quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Estava pensando...

Estava pensando em algumas coisas aqui...
Por quê tem que ter um padre pra abençoar o casamento? Ou as alianças...
Pra casar em nome de Deus? Ou pra Deus abençoar? Ou pra Ele estar presente?
Os votos sinceros de um casal devem ser suficientes... Deus é onipresente. Está aqui e aí nesse mesmo instante.
Por quê Ele não abençoaria votos sinceros de amor e fidelidade e de compromisso do casal para com a caridade?
No plano espiritual os casais simplesmente renovam os votos à beira do rio.
Por quê aqui tem que ser diferente?
Meu futuro noivo pode não concordar comigo e querer casar na Igreja... Mas para mim o que vale são os votos. Ele vai ter que escrever um voto decente, e diferente daquele padrão piegas de: "na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, até morte nos separe".
E se for pra morte nos separar... que amor frágil!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Terezinha de Jesus

Terezinha de Jesus deu uma queda
Foi ao chão
Acudiram três cavalheiros
Todos de chapéu na mão

O primeiro foi seu pai
O segundo seu irmão
O terceiro foi aquele
Que a Tereza deu a mão

Quanta laranja madura
Quanto limão pelo chão
Quanto sangue derramado
Dentro do meu coração

Terezinha levantou-se
Levantou-se lá do chão
E sorrindo disse ao noivo
Eu te dou meu coração

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Se essa rua fosse minha


Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhante
Só pra ver
Só pra ver meu bem passar

Nessa rua
Nessa rua tem um bosque
Que se chama
Que se chama solidão
Dentro dele
Dentro dele mora um anjo
Que roubou
Que roubou meu coração

Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Tu roubaste
Tu roubaste o meu também
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Foi porque
Só porque te quero bem

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Alecrim Dourado


Alecrim, alecrim dourado
que nasceu no campo
sem ser semeado

Foi meu amor
que me disse assim
que a flor do campo é o alecrim

Alecrim, alecrim miúdo
que nasceu no campo
perfumando tudo

Foi meu amor
que me disse assim
que a flor do campo é o alecrim

Alecrim, alecrim aos molhos
por causa de ti
choram os meus olhos

Foi meu amor
que me disse assim
que a flor do campo é o alecrim

segunda-feira, 5 de novembro de 2012


O que lhe dizer numa carta? Além de que te amo, se o que quero dizer é que te amo. Tipo a La Fernando Pessoa. Mas quem me conhece melhor esperaria mais de mim. Sinceramente, eu também.

Ah! A outra coisa que queria dizer é feliz aniversário. Então... Feliz Aniversário meu anjo!

Péssimo!

Feliz aniversário meu anjo!
É com toda sinceridade
E amor no coração
Que desejo:
Feliz Aniversário meu anjo!

Seja feliz meu anjo!
Porque de ‘véi’, nem a idade
Jovem de coração
Por isso desejo:
Seja feliz meu anjo!

Viva em paz meu anjo!
Deixe de lado a vaidade
E o preconceito do coração
Assim, desejo:
Viva em paz meu anjo!



Felicidade maior não há
Ao saber que este amor
É recíproco, verdadeiro e enorme

É tudo mais do que eu esperava
Mais do que eu sonhava
Mais, mais... mais...
Quero mais... é esse o gosto
Pétalas de rosa... é essa a textura

Perfume? O nosso
Tamanho não tem
Mas é colorido, intenso
Ah! Esse amor!

                                            Marina Peres

sábado, 1 de setembro de 2012

Um dia com a saudade...





Meu dia foi assim... Sonhei com você durante a noite, com isso a saudade até tinha passado. Mas eu acordei, e ela voltou correndo para mim. Tive que abraçá-la e alimentá-la. Então resolvi pegar créditos especiais com a operadora de telefone para conseguir te mandar ao menos um ‘bom dia, meu amor’. 

Depois, eu e ela fomos tomar café da manhã, e assistimos televisão até a hora do almoço. Quiz almoçar no shopping e aproveitei pra levar ela pra passear... Aí comemos e coloquei crédito de verdade no celular. Passamos pela novas lojas de lá.

Mas você sabe, né? Que a saudade é igual menino pequeno que não sabe andar direito, só fica no colo. Quando cheguei em casa, ela estava muito pesada. Não aguentava mais carregar ela! Foi aí que tive a ideia de comprar um chocolate pra ela (e outro pra você), e depois deitar para descansar e falar com você. Assim ela me deu um pouco mais de sossego. Até a hora que levei ela pra assistir aquela peça que iríamos juntos...

Até que nos divertimos com a peça, sabe? Foi engraçada. Mas na volta... Ela voltou pesada de novo. Quando viu a lua cheia grandona no céu então... Aí ela pesou com força. Só agora que ela está mais calminha, descansando aqui do meu lado e toda feliz porque sabe que eu vou matar ela quando você chegar.

-*-  

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Matando a saudade


Antes qualquer coisa, queria dedicar esta postagem a meu namorado amado.































A gente se aperta,
Se beija,
Se morde,
E se ama.
Aí sobra felicidade.
O que me diz?
                                      Marina Peres

-*-

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Love & Dance #02

"Dança não é uma definição fácil. Todos nós somo diferentes, todos somos singulares. A singularidade tem seu próprio jeito de se expressar, se não estaríamos perdidos. A dança é uma maneira de oferecer ao mundo a única coisa que podemos oferecer: nós mesmos."

"Se você quer ser bom em alguma coisa, tem que desistir de tudo."






Do filme Love & Dance.